Zimbabué investiga morte de 12 elefantes em floresta perto de parque natural

Zimbabué investiga morte de 12 elefantes em floresta perto de parque natural
O país enfrenta a superpopulação de animais, ou seja, existem muitos e poucos recursos para sobreviverem. Foto: @christineashleydonaldson/unsplash

As autoridades de vida selvagem estão a investigar a morte de 12 elefantes na semana passada numa floresta perto do Parque Nacional Hwange, considerado uma das maiores reservas naturais de África.

Onze cadáveres de elefante foram descobertos na sexta-feira e outro no sábado na floresta Pandamasuwe, entre o Parque Nacional Hwange e a cidade de Victoria Falls.

“Descartamos a hipótese de caça furtiva porque as presas [do elefante] estão intactas e descartamos também o envenenamento por cianeto porque os abutres que se alimentaram dos cadáveres não foram afetados”, disse Tinashe Farawo, porta-voz dos parques de vida selvagem do Zimbabué, à agência de notícias AFP.

Os animais mortos são jovens adultos com idades entre os cinco e os seis anos, e os mais novos tinham cerca de 18 meses.

Tinashe Farawo adianta que pode existir uma bactéria entre os elefantes, que pode ter origem na superpopulação de animais. “A vegetação preferida deles já não existe e alimentam-se de qualquer coisa, incluindo algumas plantas venenosas”.

Com uma população de mais de 84 mil paquidermes (mamíferos com pele espessa e rugosa como os elefantes, rinocerontes e hipopótamos), o Zimbabué está quase a duplicar a capacidade ecológica em ter estes animais – deveria estar entre os 45 e os 50 mil.

O Botswana, o país que reúne a maior população de elefantes do mundo, com quase 130 mil animais, perdeu cerca de 300 no início deste ano. Acredita-se que os elefantes tenham morrido devido à ingestão de toxinas naturais.

A causa da morte dos elefantes ainda está a ser determinada.
Fotos: Twitter

Fonte: Jornal de Notícias / mantida a grafia lusitana original 

Os comentários abaixo não expressam a opinião da ONG Olhar Animal e são de responsabilidade exclusiva dos respectivos autores.