Zoonoses de Santo André (SP) é denunciada por falta de ração

Zoonoses de Santo André (SP) é denunciada por falta de ração

A Gerência de Controle de Zoonoses de Santo André foi denunciada por protetoras de animais por não ter ração suficiente para todos os cães e gatos. Elas relataram que os cachorros estavam recebendo a comida dos felinos para não passarem fome, mas a maior preocupação é com as festas de final de ano. A Prefeitura nega a falta de alimento, e a promotoria ambiental da cidade investiga o caso.

As protetoras de animais afirmam que o caso se agravou já que o veterinário responsável e o gerente do local estão de férias. Segundo o grupo, o Ministério Público teria ido no canil e gatil e verificado 250 kg de ração de diferentes marcas, doadas, de acordo com as protetoras, por entidades. Essa quantidade seria suficiente para alimentar por 5 dias os 42 animais que vivem lá.

De acordo com José Luiz Saikali, promotor de Meio Ambiente de Santo André, o caso vem sendo investigado pela equipe e verifica-se que a Prefeitura comprou a ração de forma emergencial. “Nossa equipe esteve no local dia 02/12 e havia ração, devido a uma compra de urgência feita pela Zoonoses. Porém, estamos sempre ligando e investigando, já que as protetoras insistem que a quantidade não é suficiente até o final do ano”.

Por meio de nota, a Prefeitura de Santo André afirma que a denúncia é falsa, e que não há falta de ração para os cães. O promotor comenta que vai continuar investigando o caso e tomando as decisões necessárias. “Todos os animais das Zoonoses estão sob a guarda do município, que tem obrigação de cuidá-los. Se for constatado sofrimento, é considerado maus tratos, o que é crime ambiental”.

Fonte: Folha do ABC

Os comentários abaixo não expressam a opinião da ONG Olhar Animal e são de responsabilidade exclusiva dos respectivos autores.