Zoonoses de Uberaba (MG) reforça chamado para cadastro visando a castração de cães e gatos

Zoonoses de Uberaba (MG) reforça chamado para cadastro visando a castração de cães e gatos

Departamento de Controle de Zoonoses e Endemias reforça chamado para a população realizar o cadastro para castração de cães e gatos do município de Uberaba. Segundo dados do Departamento, até o momento, foram realizados 197 cadastros, sendo 111 cães e 86 gatos. Destes, 114 cadastros foram feitos via formulário no site da prefeitura e 83 via telefone. O número está bem abaixo da meta da administração municipal.

Segundo explica Lara Rocha Batista, chefe do Departamento de Controle de Endemias e Zoonoses, o Programa de Manejo Populacional de Cães e Gatos busca diminuir a natalidade desenfreada dos animais e reduzir a população de animais de rua e o risco de transmissão de zoonoses. A capacidade do programa é de 600 cães machos e 360 fêmeas de cães e gatos. “Reforçamos a importância do manejo populacional para resolver problemas como a superpopulação de animais abandonados nas ruas, além de promover a guarda responsável, pensando o bem-estar dos animais e a saúde pública”, destaca Lara.

Na primeira etapa do programa serão castrados cães machos pelo método farmacológico. Em uma segunda etapa serão realizadas castrações cirúrgicas para cães e gatos, machos e fêmeas. A castração farmacológica é recomendada pelo Conselho Federal de Medicina Veterinária (CFMV), em parecer enviado para a Prefeitura Municipal de Uberaba, desde que seja acompanhada da castração de fêmeas, de ações de educação sanitária para a guarda responsável.

Ainda, “o procedimento deve, obrigatoriamente, ser precedido de procedimento analgésico, e devem ser tomadas todas as medidas clínicas para a prevenção de processos inflamatórios secundários”. Segundo a chefe do Departamento de Controle de Endemias e Zoonoses, os tutores podem ficar tranquilos, pois as medidas recomendadas pelo CFMV já estão incluídas no processo Programa de Manejo Populacional de Cães e Gatos.

Cadastro. Os animais devem estar em boas condições de saúde e terem a partir de 4 meses a 7 anos de idade. Os tutores serão responsáveis por cadastrar o animal, deslocá-lo para realização do exame pré-operatório e do procedimento de castração e pelo tratamento pós-operatório. Os cadastros podem ser realizados por formulário eletrônico no endereço http://www.uberaba.mg.gov.br/portal/conteudo,45742 ou via telefone no 3315-4173 ou 3317-4655. O interessado deverá ter em mãos o número do NIS no momento do cadastro. Dúvidas sobre os procedimentos, a população pode entrar em contato via telefone. Todos os animais castrados serão identificados por meio de implantação de microchip, ficando registrados no município.

Fonte: JM Online

Os comentários abaixo não expressam a opinião da ONG Olhar Animal e são de responsabilidade exclusiva dos respectivos autores.