Zoonoses reabre em São Vicente (SP) com novidades

Após oito meses com as portas fechadas para reforma e ampliação, o Departamento de Controle de Zoonoses de São Vicente já retomou os atendimentos. Dentre outras melhorias, a unidade, localizada na Rua Catalão, 530, na Vila Voturuá, ganhou um centro cirúrgico com espaços para o pré e pós-cirúrgico, uma nova farmácia e um almoxarifado.

Nos últimos anos, o local foi alvo de várias cobranças de melhorias por parte da população, chegando, inclusive, a ser alvo de denúncias no Ministério Público pela estrutura precária. Com a reabertura – no final de setembro – serviços como as consultas gratuitas e castrações já estão funcionando normalmente.

“Mas a grande novidade é que agora temos um centro cirúrgico, com salas específicas de pré-cirúrgico, cirúrgico e pós-cirúrgico, separando assim a sala de consulta clínica. Mas todo o prédio estava em um estágio de degradação muito grande. Reformamos as coletivas, que são os locais onde os animais ficam abrigados e foi criada uma coletiva nova para os filhotes”, comenta a chefe de Departamento, veterinária Patrícia Haiek.

No caso das consultas, são distribuídas dez senhas de segunda a sexta-feira. Já em relação às castrações, o munícipe deve ficar atento às campanhas da Prefeitura. No momento, o Departamento de Controle de Zoonoses cumpre um cronograma de agendamento, mas a expectativa é que, no final deste, uma nova agenda seja aberta.

“Nós informaremos pelo site da Prefeitura (www.saovicente.sp.gov.br) e em campanhas na mídia. Hoje, o que está certo é que todos os dias, às 8 horas, nós distribuímos dez senhas de consultas novas, fora os retornos, que nós atendemos também. E é sempre importante ressaltar que, para cada procedimento na Zoonoses, o munícipe tem de comparecer com comprovante de residência”, destaca Haiek.

Outra novidade é que, pouco a pouco, o departamento tem voltado a atuar no combate aos maus-tratos a animais no Município. A recomendação, porém, é que as denúncias sejam encaminhadas primeiramente à promotoria pública ou à Polícia Ambiental. Também é recomendado que se faça o boletim de ocorrência. Mais informações podem ser dadas no próprio departamento, pelos telefones 3561-1604 ou 3561-0354

Por fim, o setor também auxilia aqueles que querem adotar um animal de estimação. Quem tiver interesse pode comparecer ao local com documento de identificação (RG) e comprovante de residência – neste caso, não é preciso ser morador de São Vicente. É necessário ser maior de 18 anos. O atendimento ocorre de segunda a sexta-feira, das 8 às 17 horas.

Além disso, caso não esteja chovendo, o setor realiza às terças-feiras, das 10 às 15 horas, a Feirinha de Adoção de Animais, na Praça Coronel Lopes (Praça do Correio), no Centro. Os novos donos precisam assinar um termo de responsabilidade para que se comprometam a cuidar bem do animal.

Os comentários abaixo não expressam a opinião da ONG Olhar Animal e são de responsabilidade exclusiva dos respectivos autores.