Fotógrafa vende copos customizados para pagar cirurgia para cão voltar a andar, em Goiânia, GO

Tratamento custa cerca de R$ 8 mil. Dona está vendendo itens personalizados com a foto do animal para conseguir valor necessário.

346
Fotógrafa vende copos customizados para pagar cirurgia para cão voltar a andar, em Goiânia, GO
Baruk precisa de cirurgia para voltar a andar, em Goiânia (Foto: Arquivo Pessoal/Aline Caetano)

A fotógrafa Aline da Silva Caetano, de 33 anos, está fazendo uma campanha para arrecadar dinheiro e pagar o tratamento para o seu cachorro, Baruk, que não consegue mais andar. Para conseguir os R$ 8 mil necessários, ela está vendendo copos personalizados com a foto do cão. A tutora conta que adotou o cachorro junto com a irmã, e que o animal foi diagnosticado com duas hérnias na coluna.

Baruk é da raça bernese. Ele está com seis anos e pesa 70 kg. “Há dois meses ele parou de brincar e de correr como antes. Fizemos Raio X, foi diagnosticado um problema, começamos a tratar, mas, como ele não melhorava, fizemos uma tomografia, que revelou que ele tem duas hérnias”, contou.

Aline disse que apenas uma cirurgia pode melhorar a situação do animal. Na operação, seriam colocados fixadores na coluna. Como todo o tratamento custaria muito caro, ela contou com a ajuda de amigos para começar a campanha e arrecadar o dinheiro.
“Alguns amigos criaram uma página chamada Força Baruk na rede social, pedindo doações. Já recebemos contribuições de vários cantos do mundo, crianças nos mandaram mensagens falando que estão juntando moedas também para contribuir”, relatou a tutora do cão.

Para conseguir o restante do dinheiro, ela também vende copos com a foto do Baruk estampada. “Eu comprei os copos e um empresário nos deu a customização. Nossa expectativa é conseguir todo o dinheiro em menos de um mês para que ele faça a cirurgia o mais rápido possível”, completou Aline.

Para fazer uma doação ou saber como comprar um copo personalizado da campanha, basta procura a página Força Baruk na rede social.

Aline faz campanha para conseguir pagar tratamento de cão (Foto: Arquivo Pessoal/Aline Caetano)

Por Vitor Santana

Fonte: G1

Os comentários abaixo não expressam a opinião do Olhar Animal e são de responsabilidade exclusiva dos respectivos autores.