Damascenos, que termo é esse?

Damascenos, que termo é esse?

Por Sônia T. Felipe

Dediquei meu livro mais recente, Acertos abolicionistas: a vez dos animais, “aos Damascenos, por deixarem em paz os animais”. Alguém pediu para explicar o que significa o termo, porque não encontrou nada em sua busca na rede.

sonia t felipeDamascenos é um termo criado e usado por Tom Regan, o filósofo que por primeiro defendeu direitos animais, para designar as pessoas que um dia se acordam para o tormento dos animais e param de usar animais na comida, no vestuário, na cosmética, no trabalho, no divertimento etc.

É um termo alusivo ao que ocorreu a Saulo, o romano, no caminho de Damasco, quando teve uma visão divina que lhe ordenou parar de perseguir e matar os cristãos. Daí ele se converteu para o lado dos cristãos e passou a chamar-se Paulo de Tarso. O matador virou defensor.

Isso acontece com muita gente que come carnes, laticínios e ovos e um dia abre a cortina e tem a visão do holocausto animal e decide nunca mais fazer parte disso, decide desassinar esse contrato. Esses são os defensores dos animais damascenos, para Regan, os que antes os comiam sem dó nem piedade, mas agora já não conseguem mais fazer uma barbaridade dessas.

O livro anterior, Galactolatria: mau deleite, eu dediquei aos Relutantes, outro termo do Tom Regan que designa os que ficam empurrando com a barriga sua decisão de abolir tudo o que tem origem no sofrimento animal, na morte animal, no aprisionamento de animais.

Muitas pessoas param de comer carne, mas param aí e continuam a comer laticínios e ovos, mel etc., ou a usar lã, seda e assim por diante. A maioria dos que se dizem defensores dos animais é Relutante. E os animais dependem do fim dessa relutância para sua libertação. Parar de comer carne e continuar a torturar vacas e vitelos, galinhas, e a matar abelhas é relutar em abolir tudo isso de sua dieta.

Quem sabe, o próximo livro eu ainda possa dedicar ao terceiro grupo, ao dos Vincianos. Uma alusão de Regan a Leonardo da Vinci que era vegetariano e comprava pássaros nas gaiolas nos mercados para soltá-los ali mesmo na cara dos vendedores.

Esse grupo, segundo Regan, é formado por pessoas que nascem veganas sem que a família queira, deseje ou estimule. Geralmente as crianças nascem assim, depois a gente as formata para atrofiar sua consciência animalista e elas acabam como a gente, comendo tudo que é feito do corpo dorente e sofrente, ou do cadáver dos animais.

Onde você se encaixa?


{article 105}{text}{/article}

Olhar Animal – www.olharanimal.org

Os comentários abaixo não expressam a opinião da ONG Olhar Animal e são de responsabilidade exclusiva dos respectivos autores.