Restos de animais na Burnham Dairy Farm, em Okeechobee.

EUA: Nova fazenda de vacas leiteiras da Flórida é acusada de maus-tratos a animais

Um novo vídeo divulgado pela ONG Animal Recovery Mission nesta quinta-feira, 16, mostra um amontoado de vacas mortas e animais desnutridos em uma fazenda leiteira da Flórida. Desta vez, a ARM registrou abusos na Burnham Dairy Farm, também em Okeechobee.

Na semana passada, um funcionário foi filmado agredindo violentamente os animais em uma Larson Dairy Farm, uma outra fazenda da mesma cidade.

Desta vez, os investigadores da ARM realizaram operação secreta também na Burnham Dairy Farm e registraram vacas e bezerros aparentemente desnutridos, além de maus-tratos aos animais. Também mostra que as vacas são mantidas em jaulas molhadas. Um dos bezerros aparece todo molhado e pode ser visto tremendo de frio.

Segundo a ARM, as paredes e os equipamentos dos celeiros de ordenha estão cobertos de fezes, e muitos dos bezerros são mantidos próximos a vacas mortas.

Depois da divulgação do primeiro vídeo na semana passada, a rede Publix anunciou que suspendeu as entregas de leite da Larson Dairy Farm. No vídeo, funcionários aparecem chutando e batendo nas vacas.

O proprietário da Larson Dairy Farm demitiu o funcionário que aparece agredindo os animais e disse que está apurando o caso. O funcionário deverá responder criminalmente.

As cenas de maus-tratos e falta de cuidado com os animais foram registradas pela ARM.

Fonte: Gazeta News


Nota do Olhar Animal: Como já dissemos em nota anterior, as medidas de bem-estar animal, como sempre, não cumprem nem aquilo a que se destinam, que seria minimizar o sofrimento das aves no processo de criação e abate. O alarde sobre estas medidas funcionam meramente como um apelo de marketing, que busca anestesiar a consciência dos consumidores em relação a sua cumplicidade nos danos causados aos animais. Porém, o dano principal ocorre com ou sem estas práticas de bem-estar. O tratamento violento que é dispensado aos bichos durante a criação é um terrível agravante, mas ainda que as medidas de bem-estar fossem praticadas de forma eficaz permaneceria a violação do direito mais fundamental destes animais, que é o direito à vida.

Os comentários abaixo não expressam a opinião do Olhar Animal e são de responsabilidade exclusiva dos respectivos autores.