Onça caminha por vias e mobiliza força-tarefa em Americana, SP

Onça caminha por vias e mobiliza força-tarefa em Americana, SP
Felino adormeceu só após receber o 4º sedativo. (Foto: Força-tarefa)

Uma onça parda fêmea, de três anos, foi encontrada em uma árvore no Jardim São Vito, ontem de manhã, em Americana. Cinco horas depois, após caminhar por uma das principais avenidas da cidade e receber o quarto sedativo, o animal adormeceu e foi resgatado pelo Corpo de Bombeiros, Polícia Militar Ambiental e Gama (Guarda Armada Municipal de Americana). Cerca de 200 pessoas acompanharam a operação. Ninguém se feriu.

O felino foi recolhido pelo ICMbio (Instituto Chico Mendes da Biodiversidade) e levada para a sede do instituto, em Atibaia. O animal deve ser solto na noite de hoje nas reservas das matas que margeiam o Rio Piracicaba, possível habitat natural do animal, com um colar de monitoramento. A suspeita é de que a onça veio das margens do Rio Atibaia.

De acordo com o Corpo de Bombeiros, acredita-se que ela tenha andado cerca de dez quilômetros no asfalto. O animal foi visto pouco antes das 7h, por um motorista de uma caminhonete, na Avenida Antonio Pinto Duarte, conforme a corporação. O homem, que estava com os filhos e tinha ido levar a esposa para o trabalho, começou a seguir o felino.

O bicho chegou na Rua Vicente Caravieri, no São Vito, e subiu em uma árvore de 15 metros de altura, perto do posto de saúde, por volta das 7h. O motorista acionou os bombeiros e a polícia. O Corpo de Bombeiros afirma que cerca de 200 pessoas acompanharam a operação. Foi preciso a presença da Polícia Militar para isolar os curiosos e permitir que o resgate fosse feito sem interferências.

Sueli Martins Corrêa, 57, foi uma das pessoas que passou a manhã toda acompanhando o resgate. Ela estava no posto de saúde e acompanhou tudo. “Eu estava lá. Fiquei um pouco preocupada porque ela foi sedada quatro vezes e não caía. Ela dormiu enroscada na árvore”. A onça foi resgatada por volta das 12h.

“Os bombeiros tiveram que subir nas escadas e desceram com ela nos braços, adormecida, foi muito emocionante”, descreve Sueli.

Operação

Os bombeiros tiveram que utilizar o caminhão Auto Bomba Escada (viatura com escada retrátil) para o resgate. Uma lona foi deixada no chão durante a tentativa de sedar o animal, em caso de queda da árvore.

Cerca de 200 pessoas acompanharam a operação. (Foto: Público)

Fonte: Todo Dia

Os comentários abaixo não expressam a opinião da ONG Olhar Animal e são de responsabilidade exclusiva dos respectivos autores.