Zebra foge durante transporte e é procurada nos EUA

Zebra foge durante transporte e é procurada nos EUA
Os funcionários locais de controle de animais dizem que a zebra foi vista por diferentes pessoas e algumas câmeras registraram imagens do animal, que parece saudável. Foto: Jeff Griffith/Unsplash

Uma zebra que fugiu de um reboque enquanto era transportada para um zoológico no oeste dos Estados Unidos permanece sem ser encontrada até esta sexta-feira (3).

O mamífero africano, chamado Z, foi um dos quatro que fugiram de um reboque às margens de uma rodovia no estado de Washington no domingo (28).

A proprietária Kristine Keltgen estava levando os animais recentemente adquiridos para Montana, quando parou para ajeitar um tapete do automóvel.

Quando ela abriu o reboque, as quatro zebras, todas fêmeas, escaparam. Uma equipe de resgate só conseguiu recapturar três dos animais. Z saiu correndo, saltando uma cerca e entrando em uma área de mata perto de North Bend.

Os funcionários locais de controle de animais dizem que a zebra foi vista por diferentes pessoas e algumas câmeras registraram imagens do animal, que parece saudável.

“Foram informados ao RASKC [Serviços Regionais para Animais do Condado de King] e às autoridades policiais muitos avistamentos críveis da zebra, incluído um na quinta-feira pela manhã, mas, até agora, ela evitou a captura”, disseram.

Nesta sexta-feira, o departamento de parques do Condado de King anunciou que fecharia os pontos de acesso ao longo da Snoqualmie Valley Trail. “Essa parece ser uma área que a zebra está frequentando”, assinalou o RASKC nas redes sociais.

Fonte: Correio Braziliense


Nota do Olhar Animal: Os zoológicos são sistemas prisionais para animais quase sempre inseguros, tanto para os bichos quanto para os visitantes e funcionários. Não há vigilância satisfatória para impedir que os animais sofram agressões, tão pouco para impedir o acesso do público aos recintos. Os visitantes e os próprios funcionários acabam vitimados pela negligência com os aspectos de segurança, sendo atacados por animais estressados e confinados em seus cativeiros. E, não bastasse os animais serem condenados à reclusão perpétua para satisfazer a mera curiosidade do público, as fugas ocorrem frequentemente, fazendo com que os animais se deparem com um ambiente urbano e hostil a eles. Não é incomum que os animais que buscam sua liberdade acabem sendo abatidos pelas autoridades, que justificam a covardia como sendo “por questões de segurança”.

Os comentários abaixo não expressam a opinião da ONG Olhar Animal e são de responsabilidade exclusiva dos respectivos autores.