Atendimento emergencial salvou cerca de 60 animais abandonados e feridos este ano em Jaraguá do Sul, SC

Atendimento emergencial salvou cerca de 60 animais abandonados e feridos este ano em Jaraguá do Sul, SC

Cães e gatos abandonados. Uma realidade que aflige boa parte das cidades brasileiras. Nesta situação, esses animais estão expostos a acidentes, agressões, atropelamentos, bem como acabarem se tornando vetores de doenças transmissíveis ao ser humano como, por exemplo, raiva.

 
Por conta disso, a Secretaria de Saúde da Prefeitura de Jaraguá do Sul, conta com uma equipe do setor de Fiscalização e Controle de Zoonoses que faz o atendimento emergencial a esses animais. Normalmente, o serviço é acionado por comunicação feita pelos próprios munícipes via Ouvidoria do SUS (0800 6420136).

“Para poder realizar este trabalho também contamos com convênio com a Clínica Veterinária Schweitzer que nos dá apoio técnico neste trabalho”, destaca a supervisora de Controle e Fiscalização de Zoonoses Aline Cristiane Borba Monteiro.
  

Segundo ela, o atendimento emergencial consiste em atender animais que estão feridos ou muito doentes. Uma vez constatada essa situação, o cão, ou gato, é encaminhado para a Clínica Schweitzer onde receberá todos os cuidados para que se recuperem. 

“Eles ficam na clínica depois que a gente trata e sendo necessário os castramos e implantamos um chip, além de tirar fotos para publicação no site da Prefeitura dentro do Portal do Programa Adote um Amigo”, reforça Aline. Segundo ela, hoje a clínica tem para adoção oito cães e três gatos.
 
De janeiro a maio deste ano foram recolhidos pelo atendimento emergencial de Zoonoses cerca de 119 animais. “Destes, conseguimos salvar praticamente a metade dos atendidos por meio do tratamento aos ferimentos que tinham”, destacou Aline. 

Fotos: Divulgação/PMJS

Como Jaraguá do Sul não dispõe de um canil municipal, os animais que não forem adotados no período de 10 dias após seu recolhimento são devolvidos ao local onde foi encontrado.

Aline destaca que durante o trabalho de triagem feito durante o atendimento é questionado ao comunicante se o animal tem tutor.

“Muitas vezes as pessoas acham que se falar que é um animal abandonado a gente vai recolher, trazer e pronto. Na verdade, não funciona assim. A gente vai, faz uma triagem clínica no animal. Se tratando de um indivíduo sadio ele fica ali, afinal a rua é seu habitat”, esclareceu.
 

Serviço: Adote um amigo
 
Quer ajudar o Município a combater o abandono de animais e ainda ganhar um amigo e companheiro fiel? Se a resposta for sim, acesse: https://www.jaraguadosul.sc.gov.br/amigos.php.

Comunicação sobre animal abandonado ou ferido:

Durante a semana – 0800-6420136 – Ouvidoria do SUS,(registro pode ser feito online clicando no banner desse serviço no site da Prefeitura)

Fins de semana e feriados – 3275-3268 – Clínica Schweitzer. 

Por Gustavo Luzzani

Fonte: OCP News

Os comentários abaixo não expressam a opinião do Olhar Animal e são de responsabilidade exclusiva dos respectivos autores.