Gatos estão sendo mortos por cães sem guia na Lagoa do Taquaral, em Campinas, SP

Gatos estão sendo mortos por cães sem guia na Lagoa do Taquaral, em Campinas, SP

Protetores estão preocupados com a morte de animais no Parque Portugal, mais conhecido como Lagoa do Taquaral, em Campinas. Só nos últimos seis dias, dois gatos e dois saruês (gambá-de-orelha-preta) foram mortos e tiveram seus corpos estraçalhados por cachorros, que passeavam dentro do parque.  Desde janeiro, nove gansos também morreram dessa mesma forma.  As fotos não são passíveis de publicação.

Os protetores pedem encarecidamente que os tutores dos cães se conscientizem sobre o problema –  mesmo porque o ataque dos cachorros aos outros bichos é muito rápido e preciso.

Solicitam que o passeio seja feito fora do parque, ou, que, pelo menos, que o cão não seja guiado por crianças, mas por adultos, e com a devida guia.

Solicitam ainda que os tutores não retirem as coleiras dos cães, deixando-os soltos dentro da Lagoa.

A protetora Heliet, na casinha da ONG, na Lagoa do Taquaral.

Os gatos que vivem no parque infelizmente foram abandonados lá. Mas, uma ONG castra todos esses felinos, evitando que se reproduzam no local. Além disso, os alimenta e trata dos doentes.

“Mas, é um ledo engano de quem os abandona achar que vamos conseguir salva e tratar de todos. Mesmo porque, nem sempre conseguimos chegar a tempo para fazer o devido resgate. A Lagoa é muito grande, e nós somos poucos voluntários. É muito frio, e, muitas vezes, quando chegamos, o gato já está com rinotraqueite e tantas outras doenças respiratórias”, afirma a protetora Heliet Telmis Ferrari, da ONG Gatos da Lagoa Taquaral.  

Só na semana passada, a organização resgatou mais de cinco felinos abandonados no parque.  “É um trabalho árduo e contínuo. E não zelamos não apenas pelos gatos, mas por todas as espécies que vivem no local”, complementa.

A entidade sobrevive de trabalho voluntário, de doações e de recursos que arrecada com eventos que ela mesma promove.

Embora o parque seja municipal e a ONG faça o trabalho que é, por lei, de responsabilidade governamental, não recebe nenhuma ajuda financeira da Prefeitura, nem tampouco estadual e federal.

A ONG precisa constantemente de ração, potes de água e alimentação, remédios, trabalho voluntário, consultas e procedimentos veterinários.

Gatinho que foi abandonado na Lagoa.

Jantar  

A ONG está promovendo um jantar, que será realizado no dia 16 de junho, das 19h30 às 22h, na Paróquia Cristo Rei, no Jardim Chapadão. O ingresso do Mamma Gato custa R$ 70,00 e dá direito a massas e a sorvete, de sobremesa.

A venda é antecipada. Por isso, não será vendida no dia do jantar, no local.

Serviço  

O quê: Jantar Mamma Gato (massas e sorvete)
Quando: das 19h30 às 22h do sábado, 15 de junho
Onde: Paróquia Cristo Rei (R. Elisário Pires de Camargo, 240 Jardim Chapadão Campinas/ SP
Quanto: R$ 70,00
Contato: WhatsApp (19) 9-8822-7509 

Animais são cuidados pela ONG, que precisa de ajuda.

Por Raquel Valli 

Fonte: A Cidade On

Os comentários abaixo não expressam a opinião do Olhar Animal e são de responsabilidade exclusiva dos respectivos autores.