Morador de Cabreúva (SP) é preso por estuprar cãozinho

Morador de Cabreúva (SP) é preso por estuprar cãozinho
Foto: Portal da Cidade de Cabreúva

Um morador de Cabreúva foi preso nesta terça-feira (29) sob a acusação de abusar sexualmente de uma cadela de três anos. Ele foi detido por agentes após denúncia anônima feita à Guarda Municipal.

O suposto abuso teria sido confirmado por uma médica veterinária, que teria constatado manipulação no órgão no animal que resultou em inchaço e sangue aparente. O proprietário da cadela foi levado à delegacia e, por ordem do delegado Ruiter Martins, acabou recolhido em uma cela do Centro de Triagem de Campo Limpo Paulista após ser autuado por prática de abuso a animais. A partir de 2019, a pena para crime de maus-tratos a animais tornou-se mais severa, passando de um mês a um ano de detenção para de dois anos a cinco anos de reclusão (inafiançável).

Para se ter uma ideia, o crime de lesão corporal dolosa (quando há agressão entre pessoas) tem pena de detenção, de três meses a um ano. Caso a agressão resulte em ferimentos graves na pessoa ofendida, a pena poderá partir de um ano, chegando a cinco anos de reclusão, ou seja, menor que a pena prevista atualmente para maus-tratos a animais. 

Por Roberto Donaire

Fonte: Itupeva agora

Os comentários abaixo não expressam a opinião da ONG Olhar Animal e são de responsabilidade exclusiva dos respectivos autores.