Nintendo ganha ‘puxão de orelha’ de associação que protege direito dos animais; veja o motivo

Nintendo ganha ‘puxão de orelha’ de associação que protege direito dos animais; veja o motivo

Em nosso vídeo de unboxing e primeiras impressões do Nintendo Switch, mostramos um pouco sobre a plataforma e também alguns dos poucos títulos disponíveis como, por exemplo, o 1-2-Switch.

O jogo traz vários mini-games, incluindo um que as pessoas simulam ordenhar uma vaca — algo que aparentemente, chamou atenção de uma forma negativa da PETA (People for the Ethical Treatment of Animals), associação que defende o direito dos animais.

Em uma carta enviada há poucos dias para a empresa japonesa, a PETA reclama que no jogo, a fabricante ‘removeu toda a crueldade do processo de ordenha’.

A publicação foi compartilhada no perfil oficial da associação no Facebook:
Carta enviada pela PETA para a Nintendo critica mini-game incluso no título 1-2-Switch
A associação acredita que a Nintendo deveria ter exposto também em seu título o fato de que as vacas são exploradas e constantemente afastadas de seus bebês pouco após o nascimento.
PETA acredita que ao beber leite, as pessoas estão financiando uma indústria que separa as mães de seus bebês, e mascarar isso em algo divertido é errado e cruel.
Não é a primeira vez que os ativistas tentam usar a Nintendo e um de seus lançamentos como plataforma para chamar a atenção para um problema que muitos desconsideram.

Ano passado, ela também usou um dos jogos do Pokémon para tentar convencer as pessoas a pararem de comer carne.

Fonte: Tudo Celular 

Os comentários abaixo não expressam a opinião da ONG Olhar Animal e são de responsabilidade exclusiva dos respectivos autores.