Vereador quer proibir venda de couro no Rio de Janeiro

Vereador quer proibir venda de couro no Rio de Janeiro

Os dias de quem trabalha com couro no Rio de Janeiro pode estar com seus dias contados, é que o vereador Dr. João Ricardo (MDB) apresentou o Projeto de Lei 1619/2019, que proíbe a produção e comercialização de artigos de vestuário, ainda que importados, confeccionados com couro animal.

O projeto, entretanto, especifica que só se proíbe aqueles de animais criados exclusivamente para extração e utilização de pele. O que deixa aberto a várias interpretações, afinal, vai pedir origem controlada do couro de boi? E o de jacaré, saberá se a carne foi consumida? O fato de usar a carne para consumo, seria colocar os bovinos e suínos em um patamar abaixo de uma raposa?

O projeto também pretende proibir a venda de foie gras, o patê de fígado de ganso. Já que veda a produção e comercialização de alimentos obtidos por meio do método da alimentação forçada. Lei similar em São Paulo foi considera inconstitucional.

Mas caso passe, a lei pode proibir a venda de carne de frango, já que há granjas que usam do bárbaro método.

Por Quintino Gomes Freire

Fonte: Diário do Rio

Os comentários abaixo não expressam a opinião do Olhar Animal e são de responsabilidade exclusiva dos respectivos autores.