Após flagra de burro debilitado, prefeitura de Canoinhas (SC) comenta projeto de lei

Após flagra de burro debilitado, prefeitura de Canoinhas (SC) comenta projeto de lei

Um homem conduzindo um burro foi flagrado, pela Polícia Militar, cometendo crime de maus-tratos no centro de Canoinhas, no Planalto Norte, nessa segunda-feira (12).

O animal carregava grande quantidade de peso em uma carroça de ferro, que era puxada pelo homem. O burro estava tão debilitado que, sem forças, acabou parado no meio da via e causou congestionamentos na região.

O médico veterinário da prefeitura de Canoinhas compareceu ao local e constatou que o animal era incapaz de carregar a mercadoria, por conta do excesso de peso.

O tutor do burro assinou um termo circunstanciado pelo crime de maus-tratos e foi liberado pela polícia. Ele foi orientado a levar o animal embora, sem a carga, e tomar os devidos cuidados sanitários.

Projeto de lei prevê a proibição de emprego de veículos de tração animal – Helton Witt/Arquivo

Prefeitura cria projeto para evitar prática

O episódio aconteceu um dia após a Prefeitura de Canoinhas enviar à Câmara de Vereadores um projeto de lei que proíbe o emprego de veículos de tração animal na área urbana do município.

“O projeto de lei tem a finalidade de estabelecer o controle sanitário e maximizar a qualidade de vida, o bem-estar e a liberdade animal”, explica o prefeito Beto Passos.

A lei exclui da proibição o emprego de animais pelo Exército Brasileiro e pela Polícia Militar de Santa Catarina.

A exceção também vale para o uso de animais em exposições e em atividades desportivas, cívicas, religiosas ou de lazer e diversão pública.

Mesmo com a aprovação da lei, o uso de tração animal na zona rural continuará liberado.

Por Luana Amorim 

Fonte: DN Mais