Ativista se emociona ao resgatar pit bull que era mantido acorrentada, sem água e comida; vídeo

Ativista se emociona ao resgatar pit bull que era mantido acorrentada, sem água e comida; vídeo

Uma cachorra da raça pit bull que vivia em condições de maus-tratos foi resgatada em uma casa no setor 29, em Vilhena, neste último final de semana. O animal era mantido acorrentado sem água e comida. O salvamento foi feito pelos voluntários da associação Amor de 4 patas.

A ativista pelos direitos dos animais, Dhonatan Pagani, participou da ação e publicou, ainda no domingo, 23, um vídeo em seu perfil do Instagram pedindo que a população denuncie casos de maus-tratos a animais.

Ao comentar a situação ele falou: “tem momentos que o emocional da gente não aguenta tamanha crueldade. Faço um apelo a todos vocês, denunciem, ligue para a polícia, maus-tratos é crime”. (Assista abaixo.)

De acordo com informações do ativista, a cachorra foi encontrada com muita fome, sede e em estado de desnutrição. Vizinhos denunciaram a situação que o pet era mantido.

Após o resgate realizado, as providências legais foram tomadas para que o autor seja identificado e punido dentro da legislação vigente.

A denúncia de maus-tratos é legitimada pelo artigo 32, da Lei Federal nº. 9.605 de 1998 (Lei de Crimes Ambientais). Praticar ato de abuso, maus-tratos, ferir ou mutilar animais silvestres, domésticos ou domesticados, nativos ou exóticos: pena – detenção, de três meses a um ano, e multa.

Por Renato Spagnol 

Fonte: Vilhena Notícias