Bombeiros resgatam cão abandonado pelos tutores há meses em Penedo, AL

Bombeiros resgatam cão abandonado por criador há meses em Penedo, AL

Com sinais de maus tratos, um cão que havia sido abandonado há aproximadamente seis meses pelo dono em uma residência na Rua Surubim, em Penedo, na região do Baixo São Francisco, foi resgatado por militares do Corpo de Bombeiros, na manhã desta segunda-feira (08). Ele estava amarrado em um dos cômodos da casa.

O cachorro, da raça dogue alemão, foi rapidamente encaminhado para uma clínica veterinária para receber atendimento e passar por exames. Ele vai ser submetido a um procedimento para que ganhe peso, pois apresenta magreza exagerada.

A reportagem entrou em contato com a clínica e conversou com o veterinário Wanderson Nemésio, que atendeu o animal. Segundo ele, o cão chegou com a musculatura fragilizada, desnutrido e com problemas na articulação. Ele também apresentou ferimentos pelo corpo, pois estava deitado boa parte do tempo.

“Ele chegou na clínica caquético, magro, só pele e osso. Está anêmico e não consegue levantar. Um hemograma foi feito e estou esperando o laboratório retornar. Dei dois comprimidos para ele, para melhorar sua articulação”, disse Nemésio.

Crédito: Ascom Bombeiros
Crédito: Ascom Bombeiros

O veterinário também contou que “Guerreiro”, como o cão foi apelidado pelos funcionários da clínica, chegou com uma focinheira, pois estava agressivo. “Ele precisou ser contido, o que é normal, já que estava sendo maltratado. Comigo, ele se acalmou, e está respondendo bem, já foi retirada a focinheira dele e seguimos medicando o cão”, completou.

Crédito: Ascom Bombeiros
Crédito: Ascom Bombeiros

De acordo com a assessoria de comunicação dos Bombeiros, três militares foram deslocados após a denúncia de uma moradora da região. Ela percebeu que os tutores da residência haviam mudado de endereço e suspeitou que eles deixaram o animal para trás. Ainda segundo informações colhidas pela corporação, o cachorro comia as próprias fezes para sobreviver.

Os moradores da Rua Surubim destacaram que os antigos tutores do cachorro, que ainda não foram localizados, usavam o cão como reprodutor. Como ele deve ter perdido a efetividade dos espermatozóides, foi abandonado.

Uma associação de proteção de animais ajudou no resgate. Após tratamento na clínica veterinária, o animal deve ser levado para um novo lar.

Por João Victor Souza

Fonte: TNH1

Os comentários abaixo não expressam a opinião do Olhar Animal e são de responsabilidade exclusiva dos respectivos autores.