Animal está com outros 31 cavalos, 19 aptos atualmente para adoção - Claudio Furtado/EPTC PMPA

Cavalo ferido se recupera em abrigo da EPTC, em Porto Alegre

Um cavalo vítima de maus-tratos se recupera em abrigo mantido pela Empresa Pública de Transporte e Circulação (EPTC), localizado na Estrada Chapéu do Sol nº 2.400, zona Sul. O animal foi recolhido nessa segunda-feira, 2, abandonado na av. AJ Renner x Padre Leopoldo Brentano, zona Norte, com visíveis sinais de maus-tratos, tendo diversas feridas no lombo. O animal, com cerca de quatro anos, está com outros 31 cavalos, 19 aptos atualmente para adoção.

Thiago Oliveira, coordenador de Apoio Operacional da EPTC, acredita na plena recuperação do cavalo: “Claro que a avaliação final será dada pelo veterinário, mas já conseguimos recuperar, e até salvar, animais em bem piores condições de saúde. Nossa expectativa é de uma boa recuperação. De qualquer forma, é lamentável que este cavalo tenha passado por esta situação, com evidentes sinais de maus-tratos”.

Abrigo – O serviço de remoção e guarda de animais conta com caminhão equipado com guincho munck, capacidade para recolhimento de cinco cavalos, 12 baias em alvenaria para equinos debilitados, serviço veterinário e funcionários para tratamento, limpeza, manutenção do campo e atendimento ao público. No abrigo, há uma área de pastagem de 20 hectares, além de cocho de alimentação e bebedouro para os equinos.

Os cavalos recolhidos por abandono, ou mesmo em razão de maus-tratos, após apresentarem recuperação, ficam soltos no campo, interagindo com os outros animais para resgatar o contato com a natureza. Se não forem recuperados pelos seus tutores, entram no programa de adoção ([email protected]). O abrigo é aberto à visitação. Informações pelo telefone 32668258.

Fonte: Prefeitura de Porto Alegre

Os comentários abaixo não expressam a opinião do Olhar Animal e são de responsabilidade exclusiva dos respectivos autores.