Adriana com seus cachorros pelas ruas de Campinas. (Foto: Fernando Evans/EPTV)

Moradora de rua é detida em Campinas (SP); grupo tenta proteger seus cães

Um grupo de moradores de Campinas se mobilizou nesta sexta-feira (26) para cuidar de dois cachorros da moradora de rua Adriana Cavalcanti, de 29 anos, que foi detida pela manhã após ter supostamente ameaçado funcionários de uma padaria no Centro da cidade.

Adriana é uma mulher negra e trans que vive nas ruas da de Campinas. Ela é conhecida pelos moradores do Centro por circular com livros e pedir uns trocados. Ela ficou famosa após um vídeo onde comenta a greve dos caminhoneiros viralizar na internet, no ano passado.

Nesta sexta, por volta de 10h, ela foi detida após ter supostamente ameaçado funcionários da padaria Sacramento com uma faca. A GM (Guarda Municipal) foi chamada pelos próprios funcionários e a guarda deteve a moradora de rua.

Durante a detenção, tudo ocorria de forma tranquila até um dos cachorrinhos de Adriana subir na viatura atrás dela. Nessa hora, a autônoma Milena Carlstrom, que estava próximo a ela, viu que um dos GMs chutou um dos animais.

Adriana foi detida e levada para o 1º DP (Distrito Policial) de Campinas, no Centro. Ela foi liberada à tarde, após ser lavrado um termo circunstanciado de ocorrência.

Gente, estávamos eu, Bruno e Cacilda, atravessando a Avenida Francisco Glicério, quando avistei uma confusão no canteiro…

Publicado por Milena Carlström em Sexta-feira, 26 de abril de 2019

MOBILIZAÇÃO

“Até esse momento, não estava envolvida, pois estavam tratando-a com respeito. Mas chutaram o cachorro e ele fez ‘caim, caim’. Aí eu falei que com o cachorro não. Adriana também gritava”, contou.

Ela fez um post no Facebook pedindo ajuda a amigos para levar ração para os dois até que Adriana fosse encontrada. Também pediu por um lar temporário até que a moradora de rua pudesse buscar os animais. Os cachorros foram levados para a clínica Central Vet, na avenida Orosimbo Maia, onde estão sendo cuidados.

Um deles já era manco e o outro parece estar com dor abdominal, de acordo com a veterinária Fabiane Spadella Duarte. Ela disse que aplicará em ambos anti-inflamatórios para evitar problemas e contou que os animais estão bem tristes.

Cãezinhos de Adriana estão em clínica veterinária após confusão (Foto: Fabiane Spadella Duarte)
Cãezinhos de Adriana estão em clínica veterinária após confusão (Foto: Fabiane Spadella Duarte)

A GM

A GM respondeu à reportagem às 20h. Leia a resposta na íntegra:

“A Guarda Municipal de Campinas foi acionada por funcionários da padaria que relataram ameaças por uma pessoa portando uma faca. No ato da abordagem, para encaminhar o caso ao Distrito Policial para averiguação, foi verificado que havia dois cães em sua companhia. Um dos guardas tentou impedir a entrada de um animal na viatura, colocando-se na porta, mas não houve agressão. Neste momento, chegou ao local uma pessoa que se prontificou a ficar de posse dos cães, com o que a detida concordou, pois os mesmos não poderiam ser conduzidos na viatura.
O caso foi registrado no 1º Distrito Policial de Campinas como ato de ameaça e será investigado pela Polícia Civil. “

*Atualização: Por volta de 19h, Adriana se reuniu com seus cães no Centro de Campinas.

Por Sarah Brito

Fonte: A Cidade ON

Os comentários abaixo não expressam a opinião do Olhar Animal e são de responsabilidade exclusiva dos respectivos autores.