Mulher de 96 anos adota cachorro de 17: ‘Não desistam dos velhinhos’

Mulher de 96 anos adota cachorro de 17: ‘Não desistam dos velhinhos’
Mulher de 96 anos adota cachorro de 17: ‘Não desistam dos velhinhos’ (Foto: Dogs Trust)

A prova de que amizade nunca fica velha: uma mulher idosa inglesa, de 96 anos, adotou um cachorro de 17 anos de um abrigo e alertou que os velhinhos não devem ser deixados de lado.

A amante de cães, Marjory, ficou arrasada depois de perder seu cachorro pouco antes do lockdown no ano passado. Então, ela decidiu navegar no site de um abrigo da região, pois sua casa parecia vazia sem um companheiro de quatro patas.

Foi quando ela encontrou Jack, um Jack Russell Terrier, e ela decidiu adotá-lo. Eles se deram muito bem imediatamente. “Tive cães a maior parte da minha vida. Jack me deixa muito feliz e vê-lo feliz é fantástico. Quando descobri a idade de Jack, fiquei ainda mais decidida a dar-lhe uma casa, porque não suportava a ideia de ele passar o resto da vida morando em abrigos”, disse ela ao Chronicle Live.

Marjory disse que adora passear com Jack porque ele é calmo e está sempre ao seu lado. “Eu encorajaria qualquer pessoa que esteja pensando em adotar um cachorro a considerar um cachorro mais velho. Eles são tão cheios de personalidade e são mais propensos a se ajustar em uma nova casa se, como Jack, eles passaram a maior parte de sua vida como parte de uma família.”

Agora, o abrigo está encorajando as pessoas para dar uma chance aos cães velhinhos. “No ano passado, muitas pessoas quiseram dar as boas-vindas a um cachorrinho em sua família, mas, assim como Jack provou, os cães mais velhos também são companheiros fantásticos”, disse Sue Embleton, gerente do Rehoming Center da Dogs Trust Darlington.

“Donos como Marjory sempre nos dizem que a sensação que você tem ao vê-los seguros, aquecidos, felizes e aproveitando uma soneca à tarde aninhados no sofá é algo que não pode ser esquecido”, acrescentou ela. “Atualmente, cerca de 20% dos cães aqui no Dogs Trust Darlington que estão prontos para encontrar seus lares eternos têm mais de oito anos e adoraríamos encontrar para eles suas famílias perfeitas.”

“Cães mais velhos costumam ser mais calmos e menos energéticos, então, embora ainda possam ser brincalhões e desfrutar de um passeio no parque, subir colinas pode ser uma coisa do passado para eles, o que é adequado para alguns donos, jovens e não tão jovens”, concluiu Sue.

Fonte: Petépop

Os comentários abaixo não expressam a opinião da ONG Olhar Animal e são de responsabilidade exclusiva dos respectivos autores.