Protesto pede transferência do urso Robinho do Zoológico de Goiânia para santuário em SP

Protesto pede transferência do urso Robinho do Zoológico de Goiânia para santuário em SP
Protesto pede que urso Robinho seja transferido de Zoológico de Goiânia para santuário em São Paulo — Foto: Juliana Morais/Arquivo pessoal

Um protesto em frente ao Zoológico de Goiânia pediu que o urso Robinho seja liberado para ir para um santuário no interior de São Paulo onde teria melhor qualidade de vida. O ato aconteceu neste domingo (30), reunindo ativistas, membros de entidades protetoras dos animais e outros moradores da capital que não concordam em manter o animal em Goiânia.

A mudança ou permanência de Robinho é alvo de uma ação na Justiça, com decisões favoráveis a ambos os lados. A medida mais recente determina que o animal fique no Zoológico de Goiânia, onde vive desde que nasceu.

Durante essa disputa, a administração municipal foi acusada de não cuidar bem no animal e negou as denúncias. Recentemente, Robinho até ganhou um novo espaço maior do que onde costumava ficar.

Urso Robinho é transferido para novo recinto no zoológico de Goiânia. — Foto: Jackson Rodrigues/Arquivo pessoal

Defensora dos direitos dos animais, Juliana Morais argumentou que Robinho pode viver de forma mais confortável no Santuário dos Gnomos – espaço destinado a animais vítimas de maus-tratos para onde o Fórum Nacional de Proteção e Defesa Animal propôs levá-lo, arcando com os custos da viagem.

“A gente tem pedido pelo bem-estar dele. Esses anos todos num espaço de 300 m². […] Lá ele teria 2 mil m² só para ele, um horizonte, muita água corrente, silêncio, sem essa perturbação dessa quantidade de pessoas visitando o zoológico. É gritante a diferença”, disse.

Urso Robinho na piscina do primeiro recinto em que viveu no Zoológico de Goiânia. — Foto: Paula Resende/G1

Juliana usou uma fantasia de urso para representar Robinho durante o ato. O grupo ostentou faixas pedindo “compaixão” para que ele possa ser feliz no outro espaço e comparando os dois locais.

Eles deram um abraço simbólico no Zoológico e, em seguida, fizeram uma carreata. Começaram dando a volta no zoológico, seguiram pelo Setor Oeste, passaram pela Praça Tamandaré, Bosque dos Buritis e finalizaram dando uma volta na Praça Cívica.

Manifestantes defendem transferência do urso Robinho. — Foto: Juliana Morais/Arquivo pessoal

Por Vanessa Martins

Fonte: G1

Os comentários abaixo não expressam a opinião da ONG Olhar Animal e são de responsabilidade exclusiva dos respectivos autores.