Tubarão-martelo surpreende banhistas e é resgatado em Laguna, SC; VÍDEO

Tubarão-martelo surpreende banhistas e é resgatado em Laguna, SC; VÍDEO
Animal foi resgatado. Foto: Internet/Reprodução/ND

Na manhã deste sábado (6), diversos registros do resgate de um tubarão-martelo surpreenderam os moradores e turistas da região de Laguna, no Sul do Estado. O animal foi encontrado na faixa de areia, na região dos Molhes da Barra.

O tubarão, também conhecido como cação-martelo, foi salvo pelos guarda-vidas com o auxílio de um homem, que aparece na gravação. Outro vídeo, mostra o momento exato em que o animal é solto na barra em segurança.

De acordo com o comandante da Polícia Militar Ambiental de Laguna, major Gilson Klein, provavelmente o tubarão teve algum problema de coordenação. “Ele não conseguiu retornar para a água”.

Tubarão-martelo não costuma oferecer riscos

Klein explicou que os seres humanos não estão na cadeia alimentar do tubarão-martelo, logo o animal não costuma representar risco às pessoas.

“Neste caso, como ele estava ali na praia, ferido e longe da água, pode sim oferecer risco à população, se alguém se aproximar, poderia acabar mordendo no intuito de se defender” explicou.

O policial ainda destacou que o peixe está em risco de extinção, e muitas pessoas costumam consumir sua carne. “Os tubarões-martelo não podem ser pescados”.

Ao se deparar com um animal selvagem na faixa de areia, o ideal é acionar a Polícia Militar Ambiental e não tocá-lo, pois o risco é tanto para os seres humanos quanto para o bicho.

Cachalote pigmeu

Entre a noite de sexta-feira (5) e a manhã deste sábado (6), outra ocorrência de animal marinho encontrado na faixa de areia foi registrada na praia de Itapirubá Norte, também no Sul do Estado.

O animal em questão se trata de um cachalote pigmeu, uma espécie de baleia que pode medir até quatro metros de comprimento e cerca de 420 kg. O cachalote resgatado era um macho juvenil.

Além da PMA, participaram do resgate equipes do Instituto Australis e o PMP-BS (Projeto de Monitoramento de Praias da Bacia de Santos), projeto da Udesc (Universidade do Estado de Santa Catarina) de Laguna.

Por Luana Miguel

Fonte: ND+

Os comentários abaixo não expressam a opinião da ONG Olhar Animal e são de responsabilidade exclusiva dos respectivos autores.