Amor pelos animais

Amor pelos animais
Neila Crespo com dois de seus cães: proximidade ARQUIVO PESSOAL

Os animais vítimas de maus-tratos também precisam de um lar. E, após sofrerem momentos de terror, muitos deles acabam encontrando amor e carinho nos braços de pessoas que desejam seu bem. É o caso de Rubens Sousa Xavier e Neila Carolina Crespo que adotaram seus animais. 
A estudante de jornalismo de 34 anos tem três cachorros, um dos animais ela atropelou quando estava indo trabalhar. O acidente acabou resultando em uma relação de proximidade.

“Toda vez que chego em casa do trabalho ela me abraça e, às vezes, chega até a chorar. Parece até mentira. Ela é o resumo para mim do quanto eles são gratos quando os ajudamos”, afirma. A jovem também auxilia a Associação Protetora dos Animais de Jaú (Apaja) sempre que pode nos socorros aos animais debilitados.

Resgate

A adoção de uma cachorrinha abandonada em um buraco de uma fazenda foi a escolha de Xavier, auxiliar de inventário de 24 anos. Ele e o namorado optaram pela fêmea, que morava junto aos cinco irmãos nesse espaço. “Se eles não fossem resgatados provavelmente teriam morrido afogados, uma vez que choveu forte no dia seguinte”, comenta.

Ele se diz apaixonado por Nina e pede que a pena para as pessoas que maltratam os animais seja mais severa. “Maltratar um animal não vale a pena”, ressalta o jovem. (ACM)

Fonte: Comércio do Jahu

Os comentários abaixo não expressam a opinião da ONG Olhar Animal e são de responsabilidade exclusiva dos respectivos autores.