Associação Mata Ciliar recebeu onze onças pardas resgatadas em um ano em Jundiaí, SP

Associação Mata Ciliar recebeu onze onças pardas resgatadas em um ano em Jundiaí, SP
Mima foi resgatada em rodovia de Ribeirão Preto e seu futuro ainda é incerto (Fotos: Mata Ciliar/Divulgação)

Encontradas machucadas ou em situações de maus-tratos, 11 onças pardas foram levadas à sede da Associação Mata Ciliar, em Jundiaí (SP), ao longo de 2016. Destes felinos, dois não resistiram aos ferimentos e morreram pouco tempo depois de receberem atendimento. O balanço divulgado nesta quinta-feira (2) destaca que os animais chegam cada vez mais debilitados na entidade.

De acordo com a Mata Ciliar, os felinos são vítimas de atropelamento de carros e até de colheitadeiras de cana, devido às plantações estarem cada vez mais próximas de áreas verdes. Outra ação que contribuiu para o número de resgates é a prática de caça proibida.

Recentemente uma onça parda foi flagrada passeando na área verde de um condomínio residencial de Salto (SP). A cena registrada por uma câmera de segurança assustou os moradores e funcionários, que passaram a evitar se aproximarem da mata. Além da equipe de segurança, a Defesa Civil tenta encontrar a onça que não foi mais vista.

Onça encontrada em área urbana voltou ao habitat
em uma semana

Resgates e retorno à natureza

Assim que são levados para a Mata Ciliar, os animais passam por um check-up para avaliação de saúde. Alguns conseguem ter uma rotina normal e até voltar ao habitat natural, mas outros precisam continuar vivendo sob cuidados. Das 11 onças levadas para a associação, três foram atropeladas, outras três vítimas de armadilhas e três encontradas na beira de rodovias.

Um felino foi capturado em área urbana – este devolvido à natureza – e outro era mantido em cativeiro. Os dois animais que morreram foram vítimas de atropelamento em rodovia e armadilha de caça. Em 2017 a Associação Mata Ciliar completa 30 anos de atividades de conservação dos cursos de água no Estado de São Paulo e 20 anos de trabalho com a fauna.

Animal atropelado em rodovia de Itatiba não resistiu aos ferimentos

Fonte: G1

Os comentários abaixo não expressam a opinião da ONG Olhar Animal e são de responsabilidade exclusiva dos respectivos autores.