Filhotes apreendidos pela PMA em loja de Dourados. (Foto: Divulgação)

Comerciante é multado por maltratar 12 filhotes em loja que vende animais

Comerciante foi multado em R$ 6 mil por maus-tratos contra 12 filhotes de cães em Dourados, a 233 km de Campo Grande. O flagrante foi feito ontem (2) pela Polícia Militar Ambiental em uma loja de produtos veterinários localizada na Avenida Marcelino Pires, centro da cidade.

De acordo com a PMA, os policiais receberam denúncia no final da tarde sobre loja que mantinha filhotes de cachorro em condições de maus-tratos para venda.

No local, a equipe encontrou os filhotes destinados à venda dentro de gaiolas de forma precária, amontoados e com pouca ventilação. “Também não havia cartões de vacinação e registro, ou algo que comprovasse o controle de saúde dos animais”, informou a PMA, em nota encaminhada pela assessoria de comunicação.

Os 12 cachorros foram apreendidos. O comerciante de 57 anos foi conduzido à Delegacia da Polícia Civil e responderá por crime ambiental de maus-tratos a animais. A pena é de três meses a um ano de detenção. A Polícia Militar Ambiental também elaborou auto de infração administrativo e aplicou a multa.

De acordo com a ocorrência registrada na Polícia Civil, os 12 filhotes de raça indefinida estavam acondicionados na gaiola de 1,5 x por 1 metro com quatro divisórias. Nos espaços das divisórias faltava higiene, já que não era feita a limpeza das fezes dos animais.

Ainda segundo a ocorrência, os filhotes passavam finais de semana e a noite no local, contrariando as boas práticas, pois devem permanecer no local apenas o tempo necessário para a exposição destinada à venda.

No local os policiais também encontraram fio elétrico energizado que estava sendo roído por coelhos mantidos em outra gaiola. O dono da loja disse que a filha, médica veterinária, é responsável pelo estabelecimento. A ONG Grupo Abana Rabo ficou responsável pela guarda dos cães apreendidos.

Filhotes eram mantidos em gaiola sem ventilação e higiene. (Foto: Divulgação)

Por Helio de Freitas

Fonte: Campo Grande News

Os comentários abaixo não expressam a opinião do Olhar Animal e são de responsabilidade exclusiva dos respectivos autores.