Foto: CBMDF/Divulgação

Filhotes de coruja são resgatados por bombeiros durante incêndio no DF

Três filhotes de coruja foram resgatados pelo Corpo de Bombeiros durante um incêndio florestal no Núcleo Rural Tabatinga, em Planaltina, nesta quinta-feira (18), no Distrito Federal. De acordo com a corporação, com a proximidade do fogo os animais fugiram do ninho e estavam em situação de risco.

Depois de resgatados, os bombeiros solicitaram o Batalhão de Polícia Ambiental (BPMa) para acolhimento das corujas. Ao todo, cinco militares participaram da ocasião.

Os animais não apresentavam ferimentos aparentes, e família de corujas foi levada para o Zoológico de Brasília para serem avaliados por veterinários. Caso estejam em boas condições de saúde para voltarem à natureza, as corujas vão ser soltas novamente em local seguro.

Onda de incêndios

Com o período de seca, que geralmente vai até outubro as chances de ocorrerem incêndios florestais aumentam no Distrito Federal. De acordo com o Corpo de Bombeiro do DF (CBMDF), até o último dia 14 de julho, foram atendidas 2.025 ocorrências do tipo, uma média de quase 10 por dia.

O número é menor que no ano passado, quando até o dia 30 de julho foram registradas 2.465 ocorrências desta natureza. Além da época, outros fatores que contribuem para este desastre são a queima de lixo; queima de podas e ações criminosas.

Provocar incêndio em mata ou floresta é considerado crime ambiental. A pena aos infratores é de dois a quatro anos de prisão e multa. Se o crime é culposo, a pena pode chegar a um ano de detenção, além de multa.

Fonte: Destak

Os comentários abaixo não expressam a opinião do Olhar Animal e são de responsabilidade exclusiva dos respectivos autores.