Caso de agressão ao cachorro foi filmado no Residencial Salvação, em Santarém — Foto: Semma/Divulgação

Homem é flagrado agredindo cão e recebe multa de R$ 3 mil por maus-tratos, no PA

Através de um vídeo divulgado na internet, um homem suspeito de ter agredido um cachorro foi multado em R$ 3 mil na tarde desta terça-feira (19) em Santarém, no oeste do Pará. O caso aconteceu no Residencial Salvação.

No vídeo feito na segunda-feira (18), aparece o homem dando tapas no cachorro, que foge em seguida. O animal, de pequeno porte, se mostra amedrontado. (Veja o vídeo abaixo)

VÍDEO: Homem é flagrado agredindo cão no Residencial Salvação

Os agentes de fiscalização da Secretaria Municipal de Meio Ambiente (Semma) conseguiram identificar o suspeito e endereço com a ajuda da população. O homem tem 20 dias para recorrer da multa.

O cachorro tem apenas 40 dias, e segundo o médico veterinário Marcelo Cardoso, informações obtidas no local dão conta de que é a terceira vez que o homem é denunciado por maus-tratos a animais. O cachorro foi levado pelo veterinário e está disponível para adoção em uma lar temporário. Os interessados podem fazer contato pelo telefone (93) 9223-6909.

O médico veterinário Marcelo Cardoso recolheu o cachorro vítima de maus-tratos no Residencial Salvação, em Santarém — Foto: Marcelo Cardoso/Arquivo pessoal
O médico veterinário Marcelo Cardoso recolheu o cachorro vítima de maus-tratos no Residencial Salvação, em Santarém — Foto: Marcelo Cardoso/Arquivo pessoal

O auto de infração foi lavrado contra o suspeito por praticar atos e abusos de maus-tratos a animais, de acordo com a Lei de Crimes Ambientais. O documento será encaminhado ao Ministério Público que deve iniciar a ação penal para levar à Justiça.

De acordo com o chefe de fiscalização da Semma, Arlen Lemos, é crescente o número de denúncias que chegam aos órgãos ambientais sobre esse tipo de crime, principalmente abandono e maus-tratos.

“Infelizmente ainda tem muita gente que negligencia os direitos dos animais e tantas outras que desconhecem a responsabilidade que se deve ter sobre eles. Quem de qualquer forma contribui para esses fatos também fica sujeito a medidas administrativas, civil e penal”, alertou.

Para denunciar crimes contra animais é necessário que haja registros (fotográficos e/ou vídeos) e que o denunciante informe o endereço aos órgãos ambientais.

A Semma disponibiliza o número (93) 3552-5452 para receber denúncias.

Por Geovane Brito*, G1 Santarém — Pará (colaborou Débora Rodrigues, da TV Tapajós)

Fonte: G1

Os comentários abaixo não expressam a opinião do Olhar Animal e são de responsabilidade exclusiva dos respectivos autores.