Londrina: pessoas se reúnem no Aterro do Igapó em homenagem ao cachorro Fox

Londrina: pessoas se reúnem no Aterro do Igapó em homenagem ao cachorro Fox
Pessoas se reúnem no Aterro do Igapó em homenagem ao cachorro Fox

Londrinenses e moradores da região se reuniram nesta quinta-feira (2), no Aterro do Lago Igapó, em prol do cão da raça spitz alemão, chamado Fox, que morreu depois de ser atacado por um bull terrier do vizinho, no mês passado, no interior de São Paulo.

A manifestação foi uma mobilização nacional, realizada em pelo menos vinte cidades brasileiras. Em Londrina, cerca de 100 pessoas foram até o local vestindo camisetas pretas, levando bexigas e faixas, acompanhadas de seus animais de estimação.

O caso levou a criação do ‘projeto de lei Fox’, que já está tramitando na Câmara dos Deputados, e prevê punições mais severas para crimes de maus-tratos aos animais.

“Na lei e no abaixo assinado diz que animal não é uma arma, não tem que ser usado como ataque, nem a outros animais e nem as pessoas. Inclusive isso altera o nosso Código Penal. Quando dizemos na passagem contra a lei Maria da Penha, ou seja, pessoas que estejam respondendo a processos ocupados da lei Maria da Penha, que não possam ter esses animais com potencial agressivo”, explicou a vereadora Daniele Ziober do PP.

Fonte: Tarobá News