Mulher é indiciada por maus-tratos após amarrar bicho-preguiça na carroceria de picape

Mulher é indiciada por maus-tratos após amarrar bicho-preguiça na carroceria de picape
Mulher foi flagrada com animal amarrado em carro (Foto: Divulgação/ Polícia Civil)

Uma auxiliar de serviços gerais, de 59 anos, que não teve o nome divulgado, vai responder a um Termo Circunstanciado de Ocorrência (TCO) por maus-tratos contra animais silvestres. 

De acordo com o delegado especializado em Crimes contra o Meio Ambiente e Urbanismo (Dema) Samir Freira, a autuação ocorreu após ela ser flagrada transportando um bicho-preguiça amarrada na carroceria de uma picape,  na manhã desta quinta-feira (9), na Avenida São Jorge, bairro do mesmo nome, na zona oeste de Manaus.

O delegado informou que a polícia conseguiu identificar a mulher após um vídeo e fotos terem sido enviadas a Dema. “Conseguimos chegar a ela por meio da placa do carro. Fomos a casa onde ela morava, mas não a encontramos. Deixamos recado para que fosse a Dema e prestasse explicações”, disse Samir.

Por volta das 14h, a auxiliar de serviços férias foi a delegacia e disse que  capturou o animal na casa de uma amiga. “Ela disse que tinha a intenção de deixar o animal no Centro de Instrução de Guerra na Selva (Cigs), mas quando chegou lá,  foi informada que eles não recebiam animais”, falou o delegado

A mulher ainda disse a polícia que colocou o animal do carro, mas o amarrou quando tentou sair do veículo. “Ela disse que não tinha a intenção de machucar o animal, mas procedeu de forma errada. Deveria ter ligado para órgãos ambientais”, ressaltou Samir.

Em depoimento, a mulher informou que abandonou a preguiça em uma área de mata na Avenida Djalma Batista. Ela foi autuada por crimes de maus tratos e vai responder ao crime em liberdade.

Fonte: D24 AM

Os comentários abaixo não expressam a opinião da ONG Olhar Animal e são de responsabilidade exclusiva dos respectivos autores.