Onça morre após ser atropelada em rodovia em Coxim, MS

Onça morre após ser atropelada em rodovia em Coxim, MS

Policiais Militares Ambientais de Coxim retiraram onça de 52kg que foi atropelada em rodovia. O animal foi encontrado morto na madrugada deste domingo (27) à margem da rodovia BR-163, aproximadamente a 3 km do posto da Polícia Rodoviária Federal (PRF).

A onça era um macho adulto de 52kg e será empalhada durante o VIII Curso de Taxidermia e Educação Ambiental que ocorrerá entre os dias 25 de abril a 4 de maio de 2019.

Educação ambiental

A Educação Ambiental executada pela Polícia Militar Ambiental é realizada pelos Policiais e pelas crianças e adolescentes do Projeto Florestinha, na Capital e Interior em forma atrativas de oficinas. Além da visitação ao museu de animais e peixes taxidermizados (empalhados), com palestra sobre fauna, pesca, atropelamentos de animais silvestres, tráfico, etc., também é realizado o teatro de fantoches, com peças envolvendo vários temas ambientais. Ainda o Plantio de mudas, com palestra sobre desmatamento, erosões e importância da flora, etc. Reciclagem de papel, com palestra sobre os problemas relacionados aos resíduos sólidos. Ciclo da Água, com palestras sobre o uso sustentável, poluição e escassez dos recursos hídricos. Casa da Energia. Trata-se de uma maquete de uma residência com todos os locais de consumo de energia (lâmpadas, chuveiros, ar condicionado, geladeira, micro-ondas etc.).

Onça Parda

A onça-parda, puma, ou suçuarana é encontrada em todas as Américas, desde o Canadá, ao extremo sul da América do Sul. Vive em torno de 15 anos e em alguns locais pode atingir até 100 quilos. É um animal solitário e prefere viver em lugares de difícil acesso, florestas, desertos e montanhas. Geralmente caça ao entardecer.

Fotos: PMA

Por Izabela Jornada

Fonte: Correio do Estado

Os comentários abaixo não expressam a opinião do Olhar Animal e são de responsabilidade exclusiva dos respectivos autores.