Prefeitura de Campo Grande (MS) assume sumiço de gata ‘Magrela’ e reconhece descuido no CCZ

Prefeitura de Campo Grande (MS) assume sumiço de gata ‘Magrela’ e reconhece descuido no CCZ

A Prefeitura Municipal informou via nota que realmente aconteceu o sumiço da gata “Magrela” da tutora Marcia Loza. Segundo a prefeitura de Campo Grande, foi registrado um Boletim de Ocorrência na Polícia Civil para investigar o caso.

“Provavelmente, houve um descuido do profissional no manejo com o animal. Foram armadas armadilhas na região para capturar o animal, mas até o momento não obteve êxito”, informaram via e-mail.

Segundo a denúncia da dona da gatinha na quinta-feira a assistente administrativo deixou Magrela e Nega para serem castradas no CCZ  (Centro de Controle de Zoonoses) pois acreditava que lá estariam seguras.

Porém, quando foi buscar os animais na sexta-feira (14) conforme foi combinado na entrega, recebeu apenas uma das gatinhas. Até o momento, Magrela não foi encontrada.

“Eu quero expressar minha indignação e revolta, porque levei as duas e recebi só a Nega, a Magrela simplesmente sumiu”, conta a tutora revoltada e desde sexta-feira tentando resolver o problema que foi agravado pelo feriado prolongado. Ela esperou mais de um mês para conseguir vaga.

Por Liziane Berrocal

Fonte: Topmídia News 

Os comentários abaixo não expressam a opinião da ONG Olhar Animal e são de responsabilidade exclusiva dos respectivos autores.