Ativistas denunciam maus-tratos contra cães em terreno da Amazonas Energia; veja vídeo

Ativistas denunciam maus-tratos contra cães em terreno da Amazonas Energia; veja vídeo

No último sábado (27), ativistas ONG (Organização Não Governamental) “Anjos das Ruas”, divulgaram nas redes sociais, um vídeo envolvendo maus-tratos contra cães que habitavam em um terreno da concessionária Amazonas Energia, localizada na avenida Silves, bairro Cachoeirinha, zona sul da cidade de Manaus.

De acordo com o ativista Darlan Pereira de Araújo, os cães foram localizados pela ONG, mas pelo fato de não terem mais capacidade para adotar os cães, foi instalada uma pequena estrutura improvisada para dar abrigo, kits de limpeza e comida para os animais.

No vídeo divulgado nas redes sociais, os ativistas mostram que da noite para o dia, o cadeado que dá acesso ao terreno onde os cães estavam havia sido trocado, e a estrutura improvisada que foi montada, danificada. Também é possível ver a bacia de ração dos animais atirada para o lado de fora do terreno.

A concessionária Amazonas Energia informou que não tinha conhecimento da presença dos cães no terreno.

Os animais estão precisando de ajuda!

Julkaissut Darlan Pereira De Araujo Lauantaina 27. kesäkuuta 2020

Maus-tratos contra animais é crime!

A Lei 9605/98 (Lei de Crimes Ambientais) prevê os maus-tratos como crime. O decreto 24645/34 (Decreto de Getúlio Vargas) determina quais atitudes podem ser consideradas como maus-tratos. Qualquer pessoa que for testemunha de um abandono de animais domésticos ou exóticos, podem ir à delegacia mais próxima. A Promotora de Justiça permite a denúncia anônima. Mas, para que a denúncia seja realizada, você precisa ter certeza do crime, pois, uma acusação falsa é outro crime. Além disso, no momento da denúncia, na delegacia, é preciso passar o maior número de informações possíveis em relação ao infrator, como seu endereço residencial ou comercial.

Por Matheus Medina

Fonte: Amazonas News

Os comentários abaixo não expressam a opinião do Olhar Animal e são de responsabilidade exclusiva dos respectivos autores.