Cão arrastado por 1 km no RN é internado e ONG faz vaquinha solidária

Cão arrastado por 1 km no RN é internado e ONG faz vaquinha solidária
Foto: Reprodução/Inter TV Costa Branca

O cachorro que sofreu um tiro e foi arrastado por cerca de 1 quilômetro na RN-074, entre as cidades de Rafael Godeiro e Almino Afonso, na região oeste do Rio Grande do Norte, foi internado em um hospital veterinário particular em Mossoró.

O animal está sob os cuidados de uma ONG e chegou à unidade com hipotermia. Nesta quarta-feira (3), o cachorro – que seguia também sem se alimentar espontaneamente – realizou um exame de raio-x, que encontrou o local exato onde a bala ficou alojada. O laudo será encaminhado a um ortopedista para os próximos passos e saber se será necessário realizar uma cirurgia.

Diante da situação delicada e dos exames e cirurgias que podem ser solicitados, o Instituto Renata Praxedes, ONG que está dando suporte ao animal, abriu uma vaquinha solidária para quem quiser apoiar o tratamento do animal. Para saber como doar, basta entrar na rede social do Instituto Renata Praxedes.

A fundadora da ONG explica que casos de maus-tratos têm sido comuns no interior do Rio Grande do Norte nos últimos meses.

“Aqui na cidade de vez em quando a gente recebe denúncias de pessoas que arrastam tanto jumento quanto cachorro em moto, em carro. Mês passado, se eu não me engano, não sei como ficou a situação do animal, mas era uma situação desse tipo, um jumento arrastado também com uma corda. Infelizmente a gente recebe constantemente esse tipo de situação, de maus-tratos, como vários outros também”, lamentou Renata Praxedes.

“Eu acho que é de fato muita maldade no coração [que leva alguém a fazer isso]”, completou.

Prisão

O suspeito de ter cometido o crime contra esse cachorro, um homem de 71 anos de idade, continua preso na cidade de Caraúbas. De acordo com o delegado de Almino Afonso, que investiga o caso, o suspeito foi indiciado por dois crimes e teve a prisão preventiva requerida.

“A principal motivação dos crimes teria sido o cachorro estar consumindo a água que era do burro dele [do suspeito], fato que fez com que ele entrasse na residência, pegasse uma espingarda e atirasse contra o animal”, contou o delegado Matheus Ramalho.

“Ele foi indiciado pelos crimes de porte ilegal de armas de fogo e maus-tratos aos animais, sendo ainda requerida a sua prisão preventiva”, completou.

De acordo com a Polícia Militar, o idoso disparou várias vezes contra o animal na terça-feira (2) usando uma espingarda de calibre 40, de fabricação artesanal.

Depois, amarrou o cachorro numa corda e o puxou por cerca de 1 km na RN-074. O homem foi contido pela população até a chegada da PM, que realizou a prisão em flagrante.

Fonte: Portal do RN