Centro de recuperação trata pinguins que surgem no litoral do RS no verão

Centro de recuperação trata pinguins que surgem no litoral do RS no verão
Pinguins recebem alimentação durante tratamento (Fotos: Reprodução/RBS TV)

Não é época de pinguins aparecerem na costa brasileira, situação que ocorre em setembro, segundo especialistas. Mas o litoral gaúcho vem recebendo a visita dos animais marinhos neste verão. Na Universidade Federal de Rio Grande, no Sul do estado, sete estão em tratamento.

Os pinguins passam bem, mas preocupam especialistas. O motivo é o contato com humanos, que pode causar doenças. “O importante é q se avise o museu oceanográfico, o Ibama ou a Patrulha Ambiental, porque essas pessoas têm o conhecimento de manejo dos animais que vão poder receber esse animal, manter esse animal até nos trazer pra uma reabilitação”, explica o veterinário do centro de recuperação Rodolfo Silva.

Os animais marinhos que chegam à universidade são tratados como verdadeiros pacientes. Eles ganham uma ficha, onde a equipe veterinária preenche todos os dados de como eles chegaram. E então avaliam esses animais, nesse caso os pinguins, para definir qual o melhor tratamento para que retornem o mais rápido possível para o mar.

Os pinguins de magalhães, que costumam surgir na costa brasileira, vêm da Patagônia, na Argentina, e costumam ‘viajar’ em setembro para se alimentar.

“Esses pinguins que estão aparecendo agora no verão, provavelmente são indivíduos que não voltaram para suas colônias de reprodução para mudar as penas, que é um processo natural dentro do ciclo biológico desses animais. Então esses indivíduos ficaram aqui nas águas do brasil se alimentando”, observa a oceanóloga Paula Canabarro.

Depois que estiverem recuperados e com novas penas, todos os pinguins do centro devem voltar para casa. A expectativa é que a viagem de volta seja no próximo mês.

Pingins se recuperam no RS para voltar à Patagônia

Por Yéssica Lopes

Fonte: G1

Os comentários abaixo não expressam a opinião da ONG Olhar Animal e são de responsabilidade exclusiva dos respectivos autores.