Falta de cuidados com os cavalos usados em charretes foi tema de audiência pública em Venâncio Aires, RS

Falta de cuidados com os cavalos usados em charretes foi tema de audiência pública em Venâncio Aires, RS
Detada Regina Becker veio à audiência (Foto: Alvaro Pegoraro / Folha do Mate)

Uma audiência pública realizada na noite de ontem, na Câmara de Vereadores, debateu a circulação de charretes tracionadas por cavalos, em Venâncio Aires. A proposta da vereadora Tata Haussen Oliveira (Rede) é de que haja um regramento, com prazos estipulados, para que as charretes deixem de circular pela área central da cidade e sugere o fim do uso do cavalo como meio de tração, substituíndo-o por carrocinhas puxadas pelos catadores de material reciclável ou até pelo conhecido ‘cavalo de lata’, que é uma ‘charrete com tração elétrica’.

Presente no encontro, integrantes da ONG Amigo Bicho mostraram imagens de resgates e da agonia de alguns cavalos abandonados no município, vítimas de maus-tratos. Elas pediram que os vereadores aprovem o projeto.

A deputada Regina Becker Fortunatti, ativista e defensora dos animais, mostrou como a situação está sendo revertida em Porto Alegre e destacou que os animais não entendem o mundo, mas têm sentimentos.

Segundo a assessoria de imprensa da vereadora proponente, mais de 70 pessoas assinaram a ficha de presença na audiência.

Fonte: Folha do Mate 

Os comentários abaixo não expressam a opinião da ONG Olhar Animal e são de responsabilidade exclusiva dos respectivos autores.