Idoso filmado agredindo cão com guarda-chuva é detido em São Miguel dos Campos, AL

Idoso filmado agredindo cão com guarda-chuva é detido em São Miguel dos Campos, AL

A polícia conduziu para a delegacia, na manhã desta quarta-feira, 08, o idoso que feriu um cachorro com a ponta do guarda-chuva na frente de um supermercado em São Miguel dos Campos, no interior alagoano, no último dia 3. O vídeo da agressão foi divulgado pela OAB-AL que também confirmou que apareceram outras denúncias de maus-tratos a animais cometidos pelo mesmo homem.

Assista ao vídeo clicando aqui.

Segundo informações da polícia, Benedito, como foi identificado, estava no Centro do município quando foi localizado. Um Boletim de Ocorrência havia sido registrado na delegacia da cidade, mas a polícia não tinha emitido o Termo Circunstancial de Ocorrência (TCO) para o suspeito responder pelo ataque, o que deve ocorrer desta vez.

 O TNH1 tentou contato com o delegado João Marcello de Almeida, responsável pela 6ª Delegacia Região de São Miguel dos Campos, mas as ligações não foram atendidas. Neste momento, Benedito e testemunhas prestam esclarecimentos sobre o caso.

O idoso deve ser liberado depois do interrogatório, pois não houve flagrante, mas deve responder na Justiça pelo ataque a animais. 

(Crédito: Cortesia ao TNH1)

OAB-AL recebeu denúncia

O presidente da Comissão de Meio Ambiente e Bem-Estar Animal da OAB/AL, da subseção de São Miguel dos Campos, Felipe Frazão, relatou para o TNH1 na última segunda, 06, que havia se encontrado com a pessoa que fez a filmagem de Benedito agredindo o animal.

“Nós recebemos o vídeo, e fomos apurar. Testemunhas falaram que as agressões são frequentes e na maioria das vezes ele usa o guarda-chuva, que tem a ponta afiada, para machucar os animais. É como se ele afiasse a ponta de propósito. É possível perceber que ele dá um sorriso após ferir o cachorro”, disse.

Frazão também informou que o idoso já tem ao menos três TCOs lavrados contra ele. “As testemunhas também falaram que ele já agrediu cachorros, gatos, cavalos… Elas vão comparecer na OAB, na delegacia e no Ministério Público, para reforçar a denúncia. Um ofício vai ser enviado para que o TCO seja emitido desse caso também. Infelizmente queríamos que ele fosse preso no dia, pois é uma maneira de conscientizar a sociedade. Mas ele vai ter que responder pelos maus-tratos”, frisou o advogado.

 Cachorro morto após agressões em Porto Calvo 

Na última semana, dois homens mataram um cão no assentamento Conceição, zona rural da cidade de Porto Calvo. O vídeo da agressão foi compartilhado nas redes sociais e chocou internautas. Um dos suspeitos, José Otávio da Silva, 69 anos, vulgo “Bigode”, foi preso na sexta, 03, e confessou ter usado uma chave de troca de filtro de óleo para matar o animal.

Leonam Pinheiro confirmou para a reportagem que a polícia segue em diligências para localizar o segundo suspeito, identificado inicialmente como Orlando Silva. Os dois devem responder pelos maus-tratos. 

Câmara endurece penas para maus-tratos

O plenário da Câmara aprovou no último dia 17 de dezembro o projeto de lei que aumenta a pena para autores de maus-tratos a cães e gatos domésticos. A matéria segue para o Senado.

O texto aprovado prevê reclusão de dois a cinco anos, multa e proibição de guarda de animal, mas apenas para maus-tratos a cães e gatos. A punição pode chegar a seis anos em caso de morte do animal. Para os animais silvestres, exóticos ou nativos, a pena continua a mesma. Hoje, a Lei de Crimes Ambientais determina detenção de três meses a um ano e multa para casos de violência contra animais.  

Fonte: TNH1

Os comentários abaixo não expressam a opinião do Olhar Animal e são de responsabilidade exclusiva dos respectivos autores.