Justiça decide manter preso homem flagrado tentando matar cachorro a pauladas em Maceió, AL

Justiça decide manter preso homem flagrado tentando matar cachorro a pauladas em Maceió, AL
Homem é preso após tentar matar cachorro a pauladas em Maceió. — Foto: Reprodução/Vídeo

A Justiça decidiu nesta quarta-feira (7) manter preso o homem que foi flagrado tentando matar o próprio cachorro a pauladas no bairro do Bebedouro, em Maceió. A prisão em flagrante foi convertida em preventiva.

A Comissão de Bem Estar Animal da OAB-AL informou que o estado de saúde do animal é grave. Ele teve traumatismo craniano e perdeu um dos olhos.

A presidente da Comissão, Rosana Jambo, falou sobre a decisão que manteve o tutor do cachorro preso. “Nós da Comissão estamos muito orgulhosos dessa decisão do magistrado”, disse.

O juiz Josemir Pereira de Souza explicou na decisão que não houve audiência de custódia por causa da pandemia de Covid-19, mas que no auto de prisão em flagrante, foram ouvidas as testemunhas e o tutor do animal.

Na decisão, o magistrado relatou que policiais do Batalhão Ambiental (BPA) receberam uma denúncia sobre maus-tratos. Os militares encontraram o cachorro “bastante debilitado, com os olhos esbugalhados, ensanguentado e sem conseguir sequer se levantar”.

Os policias relataram para a Justiça que encontraram o homem na casa dele “sem qualquer sinal de arrependimento”, que ele contou que criava o animal há quatro anos e passou com o carro acidentalmente em cima do cachorro quando deu ré. Então “resolveu adiantar a morte com o intuito de minimizar o sofrimento”. Para isso, “ainda com o cão em vida, pegou um pedaço de madeira e desferiu várias pauladas com o objetivo de adiantar a morte”.

Toda a agressão contra o animal foi gravada e o vídeo foi enviado para a Justiça.

Essa foi a segunda prisão em Alagoas após a sanção da lei com pena maior para maus-tratos contra cães e gatos. A primeira prisão foi do dono de um imóvel onde um cachorro da raça Rottweiler era mantido em situação degradante e acabou morrendo.

View this post on Instagram

Ele é um milagre. O dono o tentou matar, mas ele é guerreiro e está sobrevivendo a toda violência sofrida. O agressor está preso pelo espancamento, por crime de maus tratos ao cão. O filho do agressor está se recusando a pagar as despesas na clínica por todos os danos ocasionados ao animal, mesmo sendo de sua responsabilidade arcar com tudo para salvar a vida do mesmo. As pauladas o fizeram perder um olho, comprometer a visão do outro, traumatismo, edemas, cortes…mas ele continua VIVO graças a Deus. É revoltante ver o descaso dessa família. A perversidade humana nesse caso supera qualquer limite. Ainda assim, a clínica Dog Mania está fazendo tudo que é preciso e eu também autorizei a fazer qualquer procedimento para salvar a vida de quem o agressor tentou matar. Dependendo de nós e de nossa assistência, ele continuará vivo. E se a justiça for feita, esperamos que esse indivíduo passe longos anos cumprindo a pena estabelecida em lei. #maustratos #crime #caes #lei #cadeiaparamaustratos

A post shared by ℜ𝔬𝔰𝔞𝔫𝔞 𝔍𝔞𝔪𝔟𝔬 🐾 (@rosanajamboadv) on

Por Roberta Batista

Fonte: G1

Os comentários abaixo não expressam a opinião da ONG Olhar Animal e são de responsabilidade exclusiva dos respectivos autores.