Militar aposentado é detido por agressão e maus-tratos de animais em Campinas, SP; veja vídeo

Militar aposentado é detido por agressão e maus-tratos de animais em Campinas, SP; veja vídeo
Cães encontrados em condições de maus tratos em Campinas (Foto: Reprodução EPTV)

Ao menos 60 cães e gatos foram encontrados na noite de quarta-feira (5) em condições de maus-tratos, muitos com doenças graves e contagiosas. O flagrante foi em uma residência na região leste da cidade entre o bairro Nova Campinas e Guarani.

O dono da residência, um coronel aposentado do Exército Brasileiro, de 64 anos, foi levado para a delegacia por suspeita de agressão e pela condição dos animais, alguns mortos.

Os animais ficavam em cômodos sujos, abafados e brigavam pela pouca comida, segundo os vizinhos, que denunciaram o caso para a Guarda Municipal.

“Os gatos ficavam trancafiados em uma situação deplorável”, explica a presidente da Associação Late Cão, Marjorye Carvalho.

Os gatos, ao menos 50, ficavam na parte de cima da residência, e a maioria apresenta problemas oculares, informou a médica veterinária Beth Santos, que também acompanhou o flagrante após denúncias de vizinhos. Eles também fizeram apelos pelas redes sociais por ajuda.

Na garagem, os voluntários e guardas se depararam muita sujeira e comida estragada. Encontraram ainda dez cães convivendo com animais mortos.

Levado ao 1º DP

A Polícia do Exército acompanhou o depoimento do coronel aposentado no 1º Distrito Policial. De acordo com a EPTV, afiliada da TV Globo, o detido responderá por agressão e ameaça aos guardas municipais e maus tratos aos animais.

“Quando ele foi abordado para um diálogo, o mesmo agrediu um componente da guarnição e foi detido”, afirmou o inspetor da Guarda Municipal Valdir Tuckmandel.

Como ajudar?

Enquanto ele prestava explicações, voluntários e associações de proteção animal retiravam os cães e gatos da casa.

De acordo com a presidente da Associação Anjos de Rua, Luisa Grande, primeiro, os animais serão levados para receber cuidados médicos.

Depois, devem seguir para lares voluntários e, por fim, adotados. Quem quiser ajudar os animais resgatados devem obter mais informações nas redes sociais das associações Late Cão e Anjos de Rua. A Anjos de Rua divulgou um email: anjosderua@gmail.com.

Fonte: G1

Os comentários abaixo não expressam a opinião da ONG Olhar Animal e são de responsabilidade exclusiva dos respectivos autores.