Mulher dá a mais de 800 animais uma casa para se aposentarem

Mulher dá a mais de 800 animais uma casa para se aposentarem

Uma prática bárbara estava acontecendo em Chennai, Índia, onde mais de 20.000 cães seriam mortos na Câmara Letal de Basin Bridge. Eles seriam encharcados em água salgada e depois eletrocutados, quando tudo o que eles precisam é de algum cuidado amoroso.

Shiranee Pereira é um amante e ativista animal que lutou muitas batalhas para tornar o mundo mais sensível e carinhoso com os animais. Sua primeira grande vitória foi em 25 de setembro de 1995, onde graças a seus esforços a prática hedionda de eletrocussão foi finalmente proibida.

Hoje, depois de ter salvo quase milhões de vidas ao longo dos últimos 26 anos, Shiranee permanece firme como uma das mais proeminentes ativistas dos direitos dos animais na Índia.

“Eu poderia não ter filhos humanos, mas eu sou igualmente mãe para 800 criaturas lindas. Todas as noites, quando eu vou vê-los e colocá-los para dormir, é um dos momentos mais emocionalmente gratificantes do dia para mim”, diz Shiranee.

Shiranee iniciou o capítulo de Chennai da People for Animals (PFA) em 1994, e, desde então, a organização tem ajudado milhares de animais a obter uma nova oportunidade de vida.

Shiranee tem sido uma pesquisadora líder no Conselho Indiano de Pesquisa Agrícola nos últimos 20 anos. Ela tem PhD em biologia aquática e dedicou sua vida a olhar para os animais não apenas ao fornecer abrigo e cuidados, mas também ao lutar por seus direitos. Uma das áreas foco de seu trabalho envolve animais que são usados para testes laboratoriais.

Shiranee é membro do Comitê para fins de Controle e Supervisão de Experimentos em Animais (CPCSEA), que é um órgão estatutário do governo indiano. Ela conseguiu criar história, ajudando na passagem de duas diretrizes nacionais para o tratamento de animais de laboratório.

A primeira orientação foi liberada em 2002, que era para o uso ético dos equinos na produção do soro antiofídico. A segunda orientação, liberada em 2014, foi para limitar o uso e a reutilização de cães, juntamente com a sua reabilitação.

O campus da PFA está localizado em Red Hills, Chennai, e é um lugar onde os milagres acontecem com bastante frequência. Isso continua a motivar Shiranee, bem como seu grupo de voluntários. Com centenas de cães, 120 gatos, 40 cabras, 185 bovinos, 16 pôneis e 11 cavalos puro-sangue, Shiranee finaliza dizendo que, por causa dos animais, sua casa é uma festa de memórias felizes que não deixam de inspirar e alegrar todos os dias.

Tradução de Fátima C G Maciel 

Fonte: Wonderful News Network


Nota do Olhar Animal: Não é ético, no sentido de moralmente correto, tirar a vida de seres que não querem morrer, não é certo violar os interesses mais básicos destes seres vulneráveis. A forma como são maltratados nos laboratórios merece repúdio, mas é apenas um agravante em relação à injustiça e violência maiores, consumadas com o aprisionamento (quase sempre vitalício) e o abate.

Os comentários abaixo não expressam a opinião do Olhar Animal e são de responsabilidade exclusiva dos respectivos autores.