Veterinário condenado por maus-tratos a animais é preso novamente em Jandaia do Sul, PR

Veterinário condenado por maus-tratos a animais é preso novamente em Jandaia do Sul, PR

Um veterinário condenado pelo crime de maus-tratos conta animais foi preso novamente, na manhã desta quarta-feira (27), em Jandaia do Sul. Segundo a Polícia Militar (PM) o mandado de prisão em nome de Henrique Aurélio Maronez foi cumprido por regressão de regime expedido pela 1ª Vara Criminal de Apucarana. 

Maronez era proprietário do pet shop Central dos Bichos, em Apucarana e, em 2013, foi preso após ser denunciado por maltratar os animais atendidos no estabelecimento. Na época, a polícia teve acesso a um vídeo com imagens de animais sendo agredidos por Maronez durante o banho. Ele também foi detido pela prática irregular de cirurgias e exposição de ração e medicamentos vencidos, segundo a polícia. Na época dos fatos, o veterinário procurou a Tribuna do Norte para dar sua versão, alegando o vídeo teria sido editado por um ex-funcionário, com a intenção de incriminá-lo.

Regressão de regime

De acordo com informações da assessoria da 1ª Vara Criminal de Apucarana,  em 2016, o veterinário foi condenado a sete meses e 15 dias em regime aberto. Ele chegou a ser intimado para comparecer à audiência admonitória, para tomar conhecimento das condições estabelecidas para o cumprimento do regime aberto, contudo não compareceu. 

Ainda conforme a assessoria, um edital de intimação chegou a ser expedido para que o condenado comparecesse ao fórum. Mas como ele não foi localizado, o judiciário expediu um mandado de prisão. 

Maronez foi localizado pela PM em um sítio na Estrada São João, em Jandaia do Sul e encaminhado à delegacia. Ele deve participar de uma nova audiência. 

Assista abaixo as imagens divulgadas pela Polícia Civil na época do crime.  

Por Cindy Santos

Fonte: TN Online

Os comentários abaixo não expressam a opinião do Olhar Animal e são de responsabilidade exclusiva dos respectivos autores.