Cachorra é agredida a pedradas em Quixeramobim, no Ceará. Reprodução/Resgate Animal

Cachorra é agredida com pedradas por duas jovens em Quixeramobim, no Ceará

Uma cadela foi agredida com pedradas por duas jovens próximo ao terminal rodoviário de Quixeramobim, no Ceará, nesta sexta-feira (16). Uma voluntária da ONG Resgate Animal, que cuida de animais abandonados e em situação de rua, flagrou as agressões.

Segundo Josiane Sousa, duas jovens arremessaram diversas pedras na cadela, que já estava sangrando quando ela passava pelo local. A testemunha voltava do trabalho quando presenciou as agressões.

“Quando eu vi o que aquelas moças estavam fazendo, pedi na mesma hora para o meu esposo parar a moto. Desci e peguei a cadela para impedir que as agressões continuassem”, relatou.

O Sistema Verdes Mares entrou em contato com o delegado Thiago Salgado, da Delegacia Municipal de Quixeramobim, que informou que vai investigar o caso para identificar as autoras do crime, embora não tenha sido registrada denúncia.

A cachorra foi levada neste sábado (17) para atendimento veterinário, onde foi medicada e tratada.

De acordo com o artigo 32 da Lei 9.605/98, a pena para maus tratos de animais inclui detenção de três meses a um ano e multa. A punição é aumentada de um sexto a um terço se ocorrer morte do animal.

Fonte: Diário do Nordeste

Os comentários abaixo não expressam a opinião do Olhar Animal e são de responsabilidade exclusiva dos respectivos autores.