Cão ‘invade’ sessão da Câmara de Cerqueira César e pede carinho para vereadores: ‘Quebrou a rotina tensa’

Cão ‘invade’ sessão da Câmara de Cerqueira César e pede carinho para vereadores: ‘Quebrou a rotina tensa’
Cão mascote da Câmara de Cerqueira César (SP) abre a porta do plenário sozinho e 'invade' sessão — Foto: Reprodução

Os vereadores de Cerqueira César, no interior de SP, viviam suas rotinas normalmente quando se depararam com um “invasor” de quatro patas na Câmara.

Durante a sessão da última terça-feira (3), o vira-lata Lélio abriu a porta do plenário sozinho e foi entrando sem ser convidado, arrancando gargalhadas dos 11 vereadores da cidade.

VÍDEO: Cão ‘invade’ sessão da Câmara de Cerqueira César e pede carinho a vereadores

“Em quase todas as sessões da Câmara ele está presente. Nós, vereadores, brincamos que ele é o 12° vereador de Cerqueira César. E ele foi muito arteiro, abriu a porta do plenário sozinho e foi entrando”, comenta William Araújo (Democratas), vereador de Cerqueira César.

Antes de votar em seus projetos, Lélio vai até o seu lugar preferido do prédio: a cozinha, onde ganha petiscos dos funcionários. O cãozinho pode ser considerado um vereador “quase perfeito”, isso porque ele “dorme em serviço”. Depois da sua caminhada diária, o vira-lata aproveita um confortável sofá da Câmara para tirar um cochilo.

Lélio durmindo "durante o expediente" na Câmara de Cerqueira César (SP) — Foto: Arquivo pessoal
Lélio durmindo “durante o expediente” na Câmara de Cerqueira César (SP) — Foto: Arquivo pessoal

Lélio não é conhecido somente na Câmara. Segundo o vereador, o “cão comunitário” circula pelas ruas do centro para “inspecionar” a cidade. A afinidade com o cãozinho é tanta que Lélio virou figurinha do WhatsApp entre os funcionários.

Cão mascote de Cerqueira César — Foto: Arquivo pessoal
Cão mascote de Cerqueira César — Foto: Arquivo pessoal

Como tudo começou?

O cãozinho é castrado e, segundo Araújo, é muito bem cuidado por diversos moradores e comerciantes. O “vereador canino” também faz visitas diárias ao prédio da OAB de Cerqueira César para tomar água.

A advogada Virginia Minetto contou que ele aparece no nos arredores da OAB desde 2021. Sempre muito bem educado, só quer uma sombra, água fresca e uns minutos de descanso no ar condicionado.

“Sempre é muito bem vindo. Ele alegra por onde passa, com seu jeito ‘livre de ser’. Já foi até ‘segurança’. Quando ele percebe a presença de uma pessoa não muito simpática, não pensa duas vezes antes de dar uns bons latidos, para mostrar sua força e boa vontade em proteção para quem lhe fornece comida, sombra e água fresca”, comenta Virginia.

Ela também contou que Lélio foi adotado após passar um período no Canil Municipal, mas não se adequou a vida de ter um único dono. “Ele é patrimônio do município. Com toda certeza os quatro cantos da cidade o conhecem”.

A relação com Lélio começou há alguns meses, quando o vira-lata entrou pela primeira vez na Câmara. Segundo o vereador, a recepção foi muito positiva e, depois disso, ele não perdeu uma sessão no plenário.

“Para nós é motivo de muita alegria a presença dele no plenário, a gente trabalha mais feliz, muda o clima quando ele chega. Quebra a rotina tensa do poder legislativo”, diz Araújo.

Lélio, o "cão vereador" de de Cerqueira César — Foto: Arquivo pessoal
Lélio, o “cão vereador” de de Cerqueira César — Foto: Arquivo pessoal

Lélio já foi vítima de abandono. Não se sabe ao certo quem acolheu o animal, mas ficou famoso pela região por andar em todo lugar.

“Hoje ele é conhecido em vários lugares e, por onde passa, ganha carinho e comida. Todo mundo acaba cuidando um pouquinho, tanto que ele é super bonito e gordinho”, destaca o vereador.

Por achar carinho e amor com os cidadãos de Cerqueira César, Lélio dorme em vários lugares. Em noites muito frias ou chuvosas, alguns moradores cedem a garagem para ele. Às vezes, o cãozinho também dorme na varanda da Câmara.

“Com a presença dele podemos mostrar a importância de cuidar e garantir o bem estar dos animais. Temos a oportunidade de dar este exemplo tão importante, pois os animais são vidas e merecem tanto respeito e amor quanto nós humanos”, enfatiza Araújo.

Por Vinicius Lara

Fonte: g1